o A influência da Música | EAmigas

A influência da Música

Para muitos, a música possui uma série de significados. Serve para descontrair, para expressar sentimentos ou, por que não?, como estímulo para queimar calorias. O que poucos sabem, porém, é que a música tem importante papel na formação da criança. Além de desenvolver a sensibilidade aos sons, trabalha habilidades como concentração, coordenação motora e socialização.
“Aprender a escutar com concentração é uma tarefa difícil. Com a música, bebês e crianças compreendem o momento de falar e de ouvir, o que denota respeito e obediência”, afirma Selma Regina C.G. Petroni, especialista em musicalização infantil e professora do Centro Musical RMF.
Ela acredita que a música ajuda também a ensinar o convívio em sociedade. “Muitas escolas não ensinam música. Na verdade, ensaiam coreografias para a festa junina ou para o dia das mães ou para o Natal. Esse tipo de atividade não abrange possibilidades de desenvolver, por exemplo, a expressão vocal, corporal ou instrumental; ou, ainda, outros aspectos, como pesquisa, criação, escuta, senso crítico, gosto musical, justamente o que trará os benefícios para as crianças”, afirma Selma.
A musicalização é aconselhada por especialistas desde a infância, a partir dos oito meses de vida. Muito cedo? Segundo a especialista do Centro Musical RMF, não é, não. “Em todos os momentos de uma aula de música, há espaço para o exercício sensível e cognitivo. Com um trabalho de sonorização de estórias, invenção de composições, brincadeiras, jogos de improvisação, elaboração de arranjos, audições, cantorias, desenhos de partituras, construção de instrumentos, os bebês percebem e entendem os sons e o silêncio. Em uma aula de improvisação sonora, lidam com situações inusitadas; ou quando tocam em conjunto, entendem que cada um tem a sua vez de participar e ser ouvido”, diz Selma.
No cinema, há inúmeros exemplos de filmes que demonstram o efeito da música no desenvolvimento da criança. Em Música do Coração, por exemplo, Meryl Streep interpreta uma violinista que começa a dar aulas para um grupo de jovens carentes, contribuindo para o resgate da auto-estima e também para o aperfeiçoamento de características como disciplina e comprometimento. História emocionante e bem parecida com a exibida em Mr. Holland - Adorável Professor, filme lançado em 1995 com Richard Dreyfuss no papel principal. Duas boas sugestões para o seu fim de semana.
Bjs,

Share this: